Seleção

Conquista recente motiva o Paraguai no Sul-Americano

A seleção paraguaia de basquete feminina surpreendeu na última AmeriCup (2017) e derrotou a tradicional seleção cubana na primeira fase da competição.

As derrotas para Porto Rico e Canadá, no entanto, impediram que o país avançasse às semifinais do torneio.

Em 2018, a seleção paraguaia já voltou às quadras.

O país participou da décima primeira edição dos Jogos Sul-Americanos (Bolívia) e venceu uma seleção B da Argentina na disputa do bronze. A delegação do Brasil nos Jogos não contou com seleções de basquete.

A conquista foi intensamente comemorada pelas paraguaias e sinaliza uma menor dependência de sua maior estrela, a ala Paola Ferrari, que tem longa carreira na Espanha e foi campeã da LBF 2014 com a camisa de Americana.

Paola tem dividido as responsabilidades em quadra com as demais atletas, com destaque para as alas Jazmin Mercado e Claudia Aponte. Mas o time ainda sofre com a baixa estatura de suas pivôs.

O time voltou aos treinos na última semana e fará amistosos com equipes masculinas na preparação para o Sul-Americano de Basquete Feminino (Colômbia, 30 de agosto a 04 de setembro).

O Paraguai é adversário do Brasil na segunda rodada da competição, no dia 31 de agosto.