Patty foi a principal jogadora da série (Alvaro Jr.)

Favorito da série, o Vera Cruz Campinas confirmou a classificação para as semifinais ao derrotar o Instituto Brazolin/São Bernardo/Unip na noite desta sexta-feira (5) por 82 a 52 – mesmo placar do primeiro jogo- e fechar a série em 2 a 0 no ginásio da Ponte Preta, em Campinas-SP.

As campineiras contaram com mais uma atuação relevante de Patty, que teve 22 pontos em 78,6% de aproveitamento e terminou como a MVP da Partida, com 28 de eficiência em apenas 23 minutos em quadra. A ala fecha a série com médias de 24 pontos (63% aproveitamento), 6,5 bolas roubadas e 27,5 de eficiência.

A equipe treinada por Antonio Carlos Vendramini é a segunda confirmada nas semifinais. O Sampaio Basquete foi o primeiro a se classificar ao fechar a série contra o Ituano nesta quinta-feira. As atuais campeãs esperam a definição da série entre Blumenau e Uninassau/Cabo de Santo Agostinho (0x1), cujo jogo 2 é neste sábado, no sul, com transmissão da ESPN Extra.

Atrás na série, o Instituto Brazolin/São Bernardo/Unip teve o desfalque da pivô Juliana, que por questões pessoais não viajou com a equipe. O Vera Cruz novamente poupou a pivô Nadia, que segue se recuperando de lesão.

Instituto Brazolin/São Bernardo/Unip de Sosô caiu para o mesmo algoz em 2018 (Alvaro Jr.)

Jogando em casa, o time campineiro tratou de encaminhar a classificação no primeiro tempo, impondo seu ritmo intenso e se valendo da baixa rotação são-bernardense, que não conseguiu pontuar à altura. Ao fim de três quartos, a vantagem era de 35 pontos e as atuais campeãs tiraram o pé, permitindo a vitória parcial das visitantes no período final, fechando a diferença em 30 e com o exato placar do jogo 1.

“O time foi muito bem nos dois jogos. Seguimos firmes e em uma crescente. Agora é esperar os próximos confrontos”, resumiu Patty, que também comemorou a convocação para os treinamentos da Seleção Brasileira que disputa os Jogos Pan-americanos em Lima, no Peru, no próximo mês.

“Estou muito feliz pelo meu rendimento nessa LBF. Venho de uma crescente nos últimos anos, treinando bastante, e quero ir pra seleção e dar o meu melhor também”, finalizou a ala do Vera Cruz Campinas.

Vera Cruz Campinas de Karla e Ega espera definição entre Blumenau e Uninassau/ Cabo de Santo Agostinho para conhecer adversário das semifinais (Alvaro Jr.)

Cestinha do Instituto Brazolin/São Bernardo/Unip na partida com 16 pontos e um dos destaques do time no ano, Glenda comentou a oportunidade de disputar sua primeira LBF CAIXA.

“Tive sorte de estar em São Bernardo. Não sei se teria tanta oportunidade (em outra equipe) quanto a que eu estava tendo. Hoje fui bem, com mais vontade; no jogo passado eu estava bem nervosa, é o meu primeiro playoff, mas foi uma experiência maravilhosa. Aprendi bastante com o Marcio (Bellicieri, técnico), saio do torneio com uma mega aprendizado”, disse a ala/pivô, que representou o time no Jogo das Estrelas 2019.

Neste sábado, Blumenau e Uninassau/Cabo de Santo Agostinho fazem o jogo 2 em Blumenau às 18 horas. O time da casa precisa da vitória para forçar o jogo 3 no domingo (19 horas), enquanto as pernambucanas buscam fechar a série para encarar o Vera Cruz Campinas nas semis.

A CAIXA Econômica Federal é a patrocinadora oficial da Liga de Basquete Feminino, que organiza a LBF CAIXA. A competição tem a ESPN e a TV NSports como parceiros de mídia oficiais e a bola oficial da Wilson.