Seleção

BRASIL INICIA PROCESSO DE CLASSIFICAÇÃO OLÍMPICA NA AMERICUP 2019

Foto: Paulino Lamenha

A seleção brasileira de basquete feminino inicia nesse domingo (22 de setembro de 2019) a disputa da AmeriCup 2019, em San Juan (Porto Rico).

Além da disputa do título continental, a AmeriCup é o primeiro passo do novo sistema de classificação olímpica da Federação Internacional de Basquetebol (FIBA) para o basquete feminino.

Além do Brasil, a AmeriCup traz na disputa Estados Unidos, Canadá, Porto Rico, Argentina, Cuba, República Dominica, México, Colômbia e Paraguai.

As sete seleções melhores colocadas na AmeriCup e a seleção norte-americana (já qualificada para os Jogos de Tóquio 2020) se classificam para a primeira seletiva olímpica, algo como um “Pré-Olímpico Regional”. No caso do Brasil, o “Pré-Olímpico das Américas”.

O “Pré-Olímpico das Américas” ( no original: FIBA Women’s Olympic Pre-Qualifying Tournaments) está programado para acontecer entre 10 a 17 de novembro de 2019, em duas sedes ainda não definidas.

A cidade de Brasília (DF) pode ser uma dessas sedes.

Em cada uma das sedes, quatro equipes se enfrentariam, sendo que as duas melhores de cada sede passariam à segunda fase da classificação olímpica. Novamente os Estados Unidos ocupam uma dessas quatro vagas.

Entre 02 a 10 de fevereiro aconteceria enfim o “Pré-Olímpico Mundial” (no original: “FIBA Women’s Olympic Qualifying Tournaments”), em quatro sedes, com quatro seleções cada, com a classificação das três primeiras colocadas de cada sede.

Entre essas doze vagas, duas estarão ocupadas em seus respectivos grupos pelos Estados Unidos e pelo anfitrião Japão.

Além dos dois, o Pré-Olímpico Mundial já tem definidas os seis representantes europeus (Espanha, França, Sérvia, Grã-Bretanha, Bélgica e Suécia, seis melhores colocados do EuroBasket). A esses oito países, se juntarão os três representantes da América, dois representantes da África e três representantes do bloco Ásia/Oceania.

por Bert – Painel LBF

(22 de setembro de 2019)