Europa

CLARISSA ENCERRA DISPUTA DA EUROLIGA COM GRANDE DESTAQUE

Foto: FIBA Europe

Única representante brasileira na atual temporada da EuroLiga, a pivô Clarissa teve na última semana suas apresentações derradeiras na competição.

O time da brasileira, o turco Izmit, saiu do torneio apenas com derrotas.

Os dois compromissos finais foram por grande diferença no placar, mas ainda assim Clarissa apareceu com grande destaque.

No dia 16 de fevereiro, contra o russo Nadezhda(80-40), foram 17 os pontos e 19 os rebotes em 34 minutos.

No dia 18, atuando contra o também russo Dynamo Kursk (84-46), foram 23 os pontos e 14 os rebotes em mais 34 minutos.

As outras estrangeiras do Izmit tiveram um desempenho muito ruim nesses últimos dois jogos.

A americana Erica Wheeler (8 e 6 pontos respectivamente) e a montenegrina Milica Jovanovic (4 e 2 pontos respectivamente) produziram bem abaixo de suas médias. O clube ainda não contou nos dois compromissos com a lituana Egle Siksniute.

Clarissa sai da EuroLiga como a décima cestinha da competição (16,3 pontos por jogo), a segunda mais eficiente, a líder em duplo-duplos e a maior reboteira (12,3). A pivô aparece ainda entre as dez melhores nas categorias de recuperações de bola e aproveitamento de arremessos.

Em recente entrevista, a jogadora afirmou que o cenário incerto trazido pela pandemia ainda não permitiu uma definição sobre seu futuro e disse não haver nenhum acerto relativo à disputa da LBF ou participação de algum training camp que viabilizasse seu retorno à WNBA.

Encerrada a fase regular, as quartas-de-final da EuroLiga ficaram assim definidas:

Perfumerias Avenida (Espanha) x Spar Girona (Espanha)
Sopron Basket (Hungria) x LDLC ASVEL Feminin (França)
Fenerbahce Oznur Kablo (Turquia) x Galatasaray (Turquia)
UMMC Ekaterinburg (Rússia) x Dynamo Kursk (Rússia)

por Bert – Painel LBF

(21 de fevereiro de 2021)





APOIADORES VIA LEI DE INCENTIVO