WNBA

DAMIRIS ESTREIA COM VITÓRIA NA TEMPORADA DA WNBA

Fotos: Minnesota Lynx

Única brasileira na temporada 2020 da WNBA, a ala-pivô Damiris Dantas estreou com vitória na liga.

O jogo aconteceu no último domingo, 26 de julho, e o Lynx, time da brasileira e campeão das temporadas 2011, 2013, 2015 e 2017, bateu o Connecticut Sun por 77 a 69.

Titular, Damiris teve participação ativa na vitória e terminou o encontro com 9 pontos, 4 rebotes e 5 assistências em 29 minutos. A cestinha do time foi a veterana pivô Sylvia Fowles, com 17 pontos e 18 rebotes.

A temporada 2020 da WNBA começou atrasada e foi encurtada em razão da pandemia causada pelo novo coronavírus.

As equipes encontram-se confinadas na chamada “bolha”, montada na Flórida, onde os jogos acontecem sem público.

O início da temporada foi precedido por uma série de polêmicas, como a qualidade das instalações e serviços na bolha e a discordância entre as equipes médicas da liga e da atleta sobre as condições de jogo da MVP de 2019, Elena Delle Donne.

Problemas contornados, o grande destaque das rodadas iniciais foi o comprometimento da liga com questões sociais, difundindo conteúdo relacionado ao movimento Black Lives Matter (“Vidas Negras Importam”).

Por decisão das atletas, os uniformes trazem o nome de Breonna Taylor, jovem negra assassinada por policiais em março desse ano.

A WNBA teve seus primeiros jogos do ano no sábado, 25 de julho.

Na partida inaugural, houve o esperado confronto entre a veterana Sue Bird, que completa 40 anos em outubro, e a novata Sabrina Ionescu, 22 anos, número 1 do último draft. Melhor para o Seattle Storm, de Bird, que bateu o New York Liberty, de Ionescu, por 87 a 71. A cestinha do Storm foi Breanna Stewart, com 18 pontos.

Mais tarde, o Los Angeles Sparks (campeão em 2002, com a brasileira Érika de Souza no elenco, e franquia com títulos ainda em 2001 e 2016) bateu o Phoenix Mercury, também dono de três anéis na história da competição, por 99 a 76. A cestinha foi Nneka Ogwumike, com 21 pontos.

O dia teve ainda a estreia do campeão de 2019, o Washington Mystics, que bateu o Indiana Fever (101 a 76), com 27 pontos de Myisha Hines-Allen.

Nos outros jogos do domingo, o Chicago Sky passou pelo Las Vegas Aces (88 a 86) e o Atlanta Dream bateu o Dallas Wings (105 a 95).

Ao lado do Lynx, o maior dono de títulos da história da liga é o Houston Commets, que ganhou as quatro edições iniciais da competição (1997 a 2000), sempre com a participação da brasileira Janeth Arcain.

por Bert – Painel LBF

(27 de julho de 2020)