Opinião

ITUANO NA FRENTE

(Juca Ferreira/Ituano Basquete)

A partida inicial do play-off final da Liga de Basquete Feminino (LBF) teve momentos distintos.

No quarto inicial, o visitante KTO/Blumenau teve um começo muito intenso, conseguindo abrir um impressionante 0 a 9.

Do lado contrário, o Ituano Basquete teve um começo muito ruim, com ataque pouquíssimo inspirado e que parecia se ressentir da ausência da pivô Érika, com uma lesão no joelho.

O cenário permaneceu inalterado até o fim do quarto inicial, com vitória parcial das catarinenses por 9 x 19.

No segundo quarto, a entrada da experiente Palmira em Itu foi o fator inicial de melhora da equipe mandante, que cortou a vantagem no período para quatro pontos (27 x 31).

Após o intervalo, o Ituano consolidou sua virada.

Substituta de Érika, a jovem Letícia Josefino teve desempenho crescente no encontro, do qual terminou como a jogadora mais eficiente ao combinar 18 pontos e 11 rebotes, fundamentais para o placar final de 66 a 55.

As alas Patty (10 rebotes, 5 assistências e 3 recuperações) e Palmira também produziram 18 pontos cada.

Todas as outras jogadoras do Ituano somaram apenas 12 pontos no total.

A armadora reserva Joice teve uma atuação segura.

No geral, o vencedor não teve uma atuação brilhante, mas deu um grande passo na caminhada ao título, ainda mais considerando o desfalque de uma das suas principais peças.

Blumenau teve muita dificuldade de lidar com o ajuste da defesa ituana, que asfixiou seu jogo interno em dia de baixa inspiração no perímetro (23%). O time acabou sentindo as jornadas ruins de Cacá, Tati Castro e Luana (2 pontos cada), que foram parcialmente neutralizadas pelas entradas destacadas de Leila Zabani e Agustina Leiva (11 pontos cada). Novamente Vitória foi a cestinha das blumenauenses (13 pontos).

Perderdor no primeiro jogo, Blumenau terá pouco tempo para se realinhar para o jogo 2.

Uma nova derrota significaria retornar para casa bastante pressionado para o terceiro compromisso.

por Bert – Painel LBF

(16 de agosto de 2021)

 

 





APOIADORES VIA LEI DE INCENTIVO