Europa

MELISA GRETTER COMANDA EQUIPE REVELAÇÃO DA TEMPORADA ESPANHOLA

Foto: Movistar Estudiantes

A armadora argentina Melisa Gretter foi por cinco temporadas uma das maiores atrações da Liga de Basquete Feminino (LBF).

Na temporada 2013/2014, a argentina havia vivido aos 20 anos de idade uma experiência no basquete europeu. Indicada por sua compatriota Gisela Vega, disputou a Liga Espanhola pelo Zaragoza.

Em 2020, mais experiente após os anos no Brasil, Melisa decidiu reviver o sonho europeu.

O acerto foi com o Estudiantes, equipe que desde 2001 tem se alternado a primeira e a segunda divisões locais e cujo melhor resultado na primeira foi uma sétima posição.

Novamente retornando à Primeira Divisão nessa temporada, o Estudiantes vive um excelente início na Liga, da qual é tido como revelação.

Até o momento são apenas duas derrotas em sete jogos, campanha que o coloca na quarta colocação. As derrotas foram para os poderosos Girona (na prorrogação na rodada de estreia) e Avenida nesse fim de semana.

Contra o Avenida,o Estudiantes vendeu caro a derrota (63-58) para uma equipe que tem estrelas do quilate de Tiffany Hayes (outra com histórico na LBF) e as irmãs Katie e Karlie Samuelson.

Melisa é a atleta do elenco com maior tempo em quadra (31 minutos por jogo) e tem médias de 5,7 pontos e 4,3 assistências por jogo, dividindo a liderança da Liga nesse quesito com a belga Julie Vanloo.

A presença de Gretter abriu as portas para a chegada de mais uma argentina no Estudiantes: a pivô Agostina Burani, que chegou para a disputa da terceira rodada.

As cestinhas do clube são as americanas Leslie Knight e Arica Carter.

por Bert – Painel LBF

(25 de outubro de 2020)