Mercado

WALESKA PÉREZ MOSTRA OTIMISMO COM TROCA DE COMANDO NA SELEÇÃO VENEZUELANA

A ala venezuelana Waleska Pérez atuou na LBF nas últimas duas temporadas.

A jogadora defendeu as cores do Blumenau (SC) e teve grande impacto na boa campanha do clube na temporada 2018, quando registrou médias de13,4 pontos, 7,4 rebotes e 4 assistências por jogo. No ano seguinte, problemas físicos reduziram severamente o rendimento da atleta.

Em recente comunicado da Federação Venezuelana de Basquete, a ala demonstrou entusiasmo com a troca de comando na seleção local.

A seleção venezuelana de basquete feminino será comandada pelo técnico argentino Eduardo Pinto, responsável pela seleção argentina por mais de vinte anos e que comandou o grupo que conquistou o bronze no Mundial Sub-19 (2009).

Segundo Perez, ela e suas companheiras já conhecem o trabalho de Eduardo com outras seleções da América do Sul e  sabem se tratar de um treinador competitivo, o que muito as agrada. A ala assegura que com ele a Venezuela estará de volta à elite do continente.

O técnico tem como primeiro objetivo o Campeonato Sul-Americano, com data ainda indefinida em função da pandemia do coronavírus. Eduardo Pinto tem como meta estar entre os três primeiros colocados na competição e já adiantou que deve apostar num núcelo experiente formado por Ivaney Márquez, Yosimar Corrales, Waleska Pérez, Sharon Reanult e Roselis Silva. Ele mencionou ainda atletas venezuelanas que atuam no exterior (Luisanny Zapata, Jairennys Arias, Odeth Betancourt e Katherine Russian).

Além disso, Eduardo Pinto planeja trabalhar com um grupo de jogadoras com idade entre 18 e 21 anos que possam ser progressivamente inseridas na seleção principal.

por Bert – Painel LBF

(18 de maio de 2020)