Opinião

BLUMENAU NA SEMIFINAL

(Ellen Costa/SESI Araraquara)

O terceiro semifinalista da LBF 2021 foi confirmado no último dia 24, quando Blumenau fechou em 2 a 0 o play-off de quartas contra o SESI.

Jogando em Araraquara, Blumenau venceu por 67 a 81 e garantiu sua segunda semifinal na competição. Em 2018, o time perdeu para o Vera Cruz nessa etapa.

O sucesso de Blumenau nessa temporada passa muito pelas mãos do técnico João Camargo, assistente da seleção brasileira de basquete feminino.

Muito do trabalho tático visto na seleção brasileira passou a transparecer também no modo de atuar do clube catarinense.

Antes um técnico com estilo de jogo mais clássico, cadenciado e centrado no jogo de cinco-contra-cinco, o comando nesse ano foi o melhor de sua carreira, com um considerável reforço no trabalho defensivo e muita movimentação no ataque, buscando especialmente situações de desequilíbrio.

A equipe tem se apresentado de forma coesa e homogênea, com as alas Vitória, Kawanni e Leila e a armadora Cacá pontuando em média acima dos dois dígitos.

A ala-pivô Tati Castro e a ala Luana também tem aparecido bem.

Mas o destaque mais inesperado nesse duelo de quartas-de-final foi a ala Mariana Camargo.

Com média de 4,5 pontos por jogo na temporada regular, Mariana esteve impecável no primeiro play-off e despejou 17 pontos em cada um dos encontros.

Pelo SESI, pesaram bastante a marcação agressiva sobre Tainá e as deficiências no garrafão. Somados os dois jogos, Blumenau teve 20 rebotes a mais que o adversário.

No duelo semifinal, Blumenau encara o Sampaio, num confronto que opõe os treinadores que são assistentes técnicos da seleção feminina.

Promete ser interessante!

por Bert – Painel LBF

(27 de julho de 2021)





APOIADORES VIA LEI DE INCENTIVO