Opinião

VERA MAIS UMA VEZ

(📸 Thomaz Marostegan/ Vera Cruz Basquete)

Na noite do último dia 27, o Vera Cruz Campinas deu mais uma prova de sua força na Liga de Basquete Feminino (LBF).

Campeão da edição 2018 e vice-campeão no ano seguinte, o clube paulista conseguiu virar a série contra a Sodiê Doces/Mesquita/LSB ao vencer em casa o terceiro jogo por 87 a 73.

Mesmo com uma rotação curta e com atletas visivelmente exaustas, o Vera conseguiu usar a sua experiência para frear a intensidade das cariocas.

A ala Tassia, em excelente fase, se destacou mais uma vez, sendo fundamental na conquista. Considerando a performance individual talvez seja a jogadora de maior brilho até o momento, especialmente considerando que suas concorrentes diretas acabaram eliminadas nas quartas: Tainá Paixão (SESI) e Thayná Silva (LSB).

Como de costume, a armadora Babi costuma crescer no momento decisivo.

E a dupla de pivôs Gabriela e Licinara tem se acertado bem melhor nos últimos jogos.

Especialmente no último jogo, Yasmim desempenhou um belíssimo papel, permitindo ao time não naufragar após a eliminação precoce de Maila por uma falta técnica.

O Vera Cruz terá um enorme desafio agora nas semifinais, no confronto contra o Ituano, time de melhor campanha na competição e que venceu a equipe de Campinas na fase regular.

Do outro lado, o xodó da competição sucumbiu por ainda não ter alcançado o grau suficiente de maturidade para enfrentar certas situações. No terceiro quarto, quando se abriu uma possibilidade de recuperação para a LSB, as oportunidades foram desperdiçadas em erros de lances-livres e leituras equivocadas de jogo.

Ainda assim, o saldo é muito positivo para a equipe que nos ofereceu o apaixonante retorno de Thayná, a eletricidade de Marquita Daniels, muitas caras novas e um jeito de jogar (e de se posicionar também) coordenado pelo técnico Raphael Zaremba que deixaram marcas desde o primeiro jogo nessa LBF. Tudo isso, a eliminação não apagará.

Felizmente a equipe já deve voltar às quadras no próximo semestre para a continuidade da Liga Sul-Americana de Clubes.

por Bert – Painel LBF

(28 de julho de 2021)





APOIADORES VIA LEI DE INCENTIVO